Início > Campeonato Italiano(Calcio) > Lega Pro – Pro Vasto e a enésima desvalorização da categoria.

Lega Pro – Pro Vasto e a enésima desvalorização da categoria.

Salve, amigos do Esquadrão Interativo.

De 11×0 em 11×0, o futebol caminha, não só entre Viana e Chapadinha, no interior de Alagoas, mas também em Benevento, na Campania, pela Coppa Italia Lega Pro.

O placar, tão elástico, sofrido pela Pro Vasto (de Vasto, no Abruzzo) faz lembrar os primeiros anos do futebol mundial, em que reinava o amadorismo e algumas equipes, de cidades então mais tradicionais, tinham mais condições de preparação e jogo que outras, onde o futebol engatinhava.

O fato é que a Pro Vasto entrou em campo com um formação, não reserva, mas, verdadeiramente, diletante (amadora), composta, em sua maioria, por jogadores da sua equipe Berretti (uma espécie de sub-21). Para esses garotos, poderia ser a chance de mostrar valor para ajudar a equipe principal, recém-promovida ao futebol profissional e última colocada em seu grupo, na 2^ Divisione (ex-C2).
Deu tudo errado, e o Benevento cometeu um “crime bárbaro e com requintes de crueldade”.
Nada de mais: precisava vencer o jogo, e venceu; teve chance de fazer 11 gols, e fez.
O ponto é que atitudes como estas, da Pro Vasto, não fazem mais que desvalorizar uma competição que, dados os problemas naturais da categoria, já não é das mais ansiadas pelos clubes. Atitude esta, aliás, que gerou críticas até da cidade vencedora, como nos mostra o jornal Il Sannio, de Benevento:
“Esnobada, subestimada, incômoda. É a Coppa Italia, nada além dela. Pouco importa se um troféu lustroso, a ser posto no rol de honras, está em disputa. Não há incentivo para prosseguir e nem limites nas escolhas técnicas. Assim, ela se transforma, muitas vezes, na competição das ‘criancinhas’ “.

Lembramos que este tipo de situação acontece exatamente no momento em que a Lega Pro briga com a FIGC por um aumento dos direitos de TV (na semana passada, cogitou-se ate suspender o campeonato temporariamente – jogo de cena, mas se pensou nisso).

Aqui entre nós: que tipo de associação de marca uma empresa pode procurar com a Lega Pro com coisas do tipo acontecendo?
Imaginem um patrocinador que desse nome à Coppa Italia Lega Pro – como a Tim Cup, a Coppa Italia principal – e visse que, em “sua” competição, escalam-se equipes amadoras?
Não estamos, aqui, questionando a opção de não levar a campo a equipe titular. O Hellas Verona também não colocou seu time titular – mas era um time profissional, capaz de atender às expectativas da competição.
O que se questiona é o seguinte: os primeiros valorizadores de um campeonato são seus participantes. Se os clubes desdenharem de um torneio, seus torcedores e, conseqüuemntemente, patrocinadores, também o farão.
Serve mais consciência, para que a Serie C não seja encarada como o último passo rumo ao amadorismo, mas o primeiro no calcio profissional.
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: