Início > Campeonato Italiano(Calcio) > Entrevista – IM1923: Um Império de amor.

Entrevista – IM1923: Um Império de amor.


Salve, amigos do Esquadrão Interativo.
Hoje, publicaremos a primeira entrevista internacional do nosso espaço sobre as divisões “profundas” do calcio.
Para começar, iremos a uma pequena cidade, com menos de 40 mil habitantes, na Liguria, capital de uma também pequena província italiana: Imperia. No coração de Imperia, existe um clube pequeno, mas muito simpático e de grande história: o Imperia Calcio. Fundado em 1923, o Imperia já viveu grandes momentos e grandes desilusões, e, hoje, encontra-se no campeonato de 1^ Categoria (equivalente à oitava divisão, a quarta divisão de amadores).
Para muitos, seria um desânimo. Para o nosso entrevistado, porém, parece não importar muito. Ele, que prefere ser chamado apenas de “IM1923”, é um torcedor apaixonado, que segue o Imperia para todas as partes que pode, e decidiu dedicar a maior parte de seu tempo livre em ajudar, de alguma forma, seu clube do coração. Montou um blog, em que traz constantes novidades, e, junto com um amigo, um site para recordar os mais de 80 anos de história de seu time.
Há mais de 30 anos seguindo o Imperia, “IM1923” nos conta seus momentos com seu time e nos faz conhecer mais desse pequeno grande clube chamado Imperia Calcio.


BLOG ESQUADRÃO INTERATIVO – Nome?
IM1923 – IM1923: jamais procurei “celebridade” com o meu blog e creio que interesse a poucos saber quem sou. Assim, assino com meu apelido.
BEI – Quantos anos?
IM1923 – Infelizmente, há alguns anos superei a idade dos “enta”.
BEI – As cores de sua fé?
IM1923 – Preto e azul [neroazzuro].
BEI – Há quantos anos você acompanha o Imperia?
IM1923 – 35.
BEI – Como se chama o estádio do Imperia?
IM1923 – Nino Ciccione.
BEI – Qual o primeiro jogo do Imperia que você assistiu?
IM1923 – 29.02.1974, Imperia 2×2 Levante. Meu pai, um romanista fanático, me levou ao estádio.
BEI – Qual o melhor jogo que já assistiu no estádio de Imperia?
IM1923 – Nenhuma dúvida: Imperia 2×1 Sanremese, disputado em 19.09.1999, no campeonato da Serie C2 [Atual 2^ Divisione]. A vitória em um derby após quase 20 anos.
BEI – E o pior jogo?
IM1923 – Imperia 2×3 Venturina, disputada em 20.05.2004, jogo-desempate pela permanência na Serie D. Com essa derrota, o Imperia caiu, entre milhares de suspeitas, numa temporada problemática, para dizer o mínimo.
BEI – O melhor jogo que já assistiu fora de casa?
IM1923 – Em Aosta, em 03.05.1999. Com um gol aos 94 minutos, o Imperia conquistou matematicamente o acesso à C2, após uma desfiliação, um recomeço desde a última divisão e 14 anos de sofrimento.
BEI – E o pior jogo?
IM1923 – Em Novara. 05.06.2000. jogo-desempate pela permanência na Serie C2. Com a derrota por 1×0, o Imperia retorna, depois de apenas um ano, entre os amadores, após uma temporada muito atribulada. O fim de um sonho…
BEI – Qual o jogo que você não assistiu e gostaria de ter assistido?
IM1923 – Em Casteggio, em 29.04.2007. Com um gol ao 90 minutos, o Impéria sela uma permanência miracuolsa na Serie D.
BEI – Qual o maior jogador que já viu com a camisa do Imperia?
IM1923 – O meu preferido é Stefano Mariani, um lateral-esquerdo fantástico. Mas não posso esquecer de Franco Rotella, ex-Genoa e Atalanta, que morreu jovem, aos 42 anos, de uma doença sem cura. Um toque de bola fantástico, e um cara maravilhoso.
BEI – Há (ou houve) algum jogador do qual você não queira se lembrar?
IM1923 – Carlo Calabria, uma bandeira da Sanremese, que jogou 8 partidas com nossa camisa. Uma contratação absurda por aquilo que ele representava, ainda que, honestamente, fosse um ótimo jogador.
BEI – Até onde o Imperia já conseguiu chegar?
IM1923 – O Imperia disputou variados campeonatos da Serie C, a atual Lega Pro.
BEI – Você ainda se lamenta por algum campeonato que o Imperia perdeu?
IM1923 – Temporada 1993-94, um campeonato perdido na última rodada, por apenas 1 ponto.
BEI – Segundo você, qual foi a melhor temporada do Imperia?
IM1923 – A temporada 1970-71, na Serie C: o Imperia jogou contra Genoa, Ancona, Ascoli, Empoli, Spal, Rimini…

BEI – E a pior?
IM1923 – 2007-08. Uma temporada humilhante para toda a cidade de Imperia, que terminou com uma desfiliação. No meio de tudo, 6 treinadores, quase 50 jogadores tratados como animais, falsas mudanças de propriedade, 4 partidas não disputadas… dêem uma lida, no blog, sobre o que contei daqueles meses… coisa inacreditável.

BEI – Quem é o maior rival de seu time?
IM1923 – Sanremese.
BEI – Contra a Sanremese, o Imperia venceu mais que perdeu ou perdeu mais que venceu?
IM1923 – Em 54 derbys disputados, o balanço é de 13 vitórias, 17 empates e 24 derrotas.
BEI – Um derby inesquecível com a Sanremese?
IM1923 – Aquele disputado em 19.09.1999, na Serie C2, vencido por 2×1, debaixo de muita chuva: uma partida memorável, uma alegria imensa, que veio depois de mais de uma década.
BEI – E um derby para se esquecer?
IM1923 – Aquele perdido por 3×0, na temporada 1996-97: uma desfeita total.
BEI – Tirando a Sanremese, há um outro rival tradicional?
IM1923 – Casale.
BEI – O Imperia representa a cidade. Você acha que a cidade merece (esportivamente falando) ser representada por um clube tradicional como o Imperia?
IM1923 – A cidade de Imperia é particularmente fria e pouco disposta a se deixar levar: muito crítica, nos últimos 30 anos, se desiludiu com a equipe de sua cidade, ajudada por dirigências, para dizer pouco, embaraçosas, que só causaram danos. Além disso, as forças empreendedoras e políticas da cidade há tempos perderam qualquer forma de interesse pelas cores neroazzurri e isto explica os acontecimentos dos últimos vinte anos, que levaram a duas desfiliações e uma falência… uma situação constrangedora, talvez sem comparações no panorama futebolístico nacional. Nesse clime de quase total frieza, em contra-posição, existe um grupo de torcedores, os “Samurai Ultras Imperia”, que, desde 1982, acompanham com paixão as questões neroazzurri, não obstante a tudo e a todos.
BEI – Hoje, existe um outro clube que leva o nome de Imperia. Há espaço para os dois ou, em Imperia, cabe uma só equipe?
IM1923 – Em Imperia, sempre existiu somente o Imperia. Os outros são uma outra coisa… e não digo mais nada.
BEI – E o Imperia: vencerá o campeonato de 1^ Categoria?
IM1923 – Faço todas as preces por isso, mas penso que conseguirá. E digo mais: nossa escalda rumo às categorias e campeonatos mais condizentes com a nossa tradição deve ser a mais breve possível.
BEI – Somos todos torcedores, e queremos sempre ver nossos clubes nos melhores campeonatos. Considerando o Imperia atual, com a mentlidade atual e a dirigênci atual, qual categoria você acha que seria, pelo menos aceitável?
IM1923 – Acho que o Imperia deva jogar na Serie D: é a história neroazzurra que o põe nesta categoria, com algumas participações na Serie C, entre os profissionais. No presente momento, a Serie D é um sonho difícil de se realizar, e continuará sendo se todos, torcedores, empreendedores e políticos de Imperia, não remarem para o mesmo lado.
BEI – Em todos esses anos acompanhando o seu time, talvez você a tenha visto jogar mais tempo entre os amadores que entre os profissionais. O que você acha que falta para que o Imperia possa subir e ficar um bom tempo entre os profissionais?
IM1923 – Falta uma dirigência séria, competente, apaixonada e baseada no território… e com alguns euros; porque, sem eles, dificilmente se vai, ou se fica, em algum lugar – acho que não disse nenhuma novidade.
BEI – Como são as relações da torcida imperiese com as outras torcidas da Liguria?
IM1923 – Boas com a torcida do Savona, com a qual existe uma relação amistosa de uma década. Para as demais, exclusa aquela da Sanremese, existe respeito por qualquer tocida que nos respeite, ainda que, na Liguria, não existam muitos grupos de torcedores organizados.

BEI – Há algum tempo, eu procurava um site sobre o Imperia, na internet, e, ao invés disso, achei seu blog. Você se considerava uma espécie de porta-voz oficial do Imperia ou queria só dizer de sua paixão pelo time?
IM1923 – Nada de porta-voz, apenas o desejo de falar de minha paixão pelas cores neroazzurri, com este instrumento maravilhoso que é a internet, ainda mais num momento em que todos, culpados, calavam-se, na tentativa de encobrir as tramas obscuras que, depois, levariam à desfiliação do clube. Tive a oportunidade de falar com torcedores neroazzurri espalhados pela Itália e pelo mundo, de entrar em contato com os protagonistas da história do Imperia e, talvez, de dar uma pequena contribuição para seu renascimento.

BEI – Quantas horas por dia você empenha para manter o seu blog atualizado?
IM1923 – Todo o tempo que a família e o trabalho me concedem. Não é um “empenho”, mas um pequeno prazer jornalístico. O dia em que não for mais assim, pararei de escrever. E, nesse dia, alguém ficará contente: aqueles que, de tempos em tempos, me pressionam.

BEI – O site “Imperia Calcio storia d’un amore” é uma iniciativa sua?
IM1923 – Sim, minha e de um amigo, Lorenzo. Mais um sonho realizado: a reconstrução de mais de 80 anos de história neroazzurra. Um “canseira”, por causa das poucas fontes disponíveis, mas algo, sem modéstia, verdadeiramente bonito e completo – não nos esqueçamos que falamos sobre um clube de futebol pequeno.

BEI – Há pouco tempo atrás, vi, em seu blog, um tipo de publicação do Imperia Calcio (talvez um pequeno jornal ou uma revista oficial). Esta também é uma iniciativa sua?
IM1923 – Não, é obra do Imperia Calcio: no passado, ocupei-me da realização do jornalzinho, o fanzine dos Samurai Ultras Imperia, sobre os quais escrevi um livro, “A noi ci piace così” – nada mal para um que, na escola, em língua italiana, não era o melhor da classe.

BEI – Quando você percebeu que, por meio da internet, talvez pudesse ajudar seu clube e os outros torcedores imperiesi?
IM1923 – A cada dia percebo mais. O mais belo, a maior satisfação, é ler os comentários dos meus posts, trocar idéias e comentar as questões neroazzurri com os leitores. Convido todos a fazer isso, dizer sua opinião, melhor ainda se for diferente da minha – pois, do contrário, que sentido teria escrever todos os dias?
BEI – Há alguém que te ajuda a manter o blog ou o site atualizados, ou faz tudo sozinho?
IM1923 – Tudo sozinho. Se, depois, alguém tiver vontade de dizer alguma coisa, de expressar a própria opinião, as portas estão mais que abertas, como já aconteceu, no passado. Quanto mais formos, melhor será.
BEI – Se você nassesse em uma outra cidade que não Imperia, acredita que torceria pelo Imperia do mesmo modo?
IM1923 – O Imperia é o time de minha cidade, a cidade onde nasci, onde vivo e e onde nascera meus filhos. Não há espaço para mais nada.
BEI – “Futebol moderno”. Que efeito te provoca?
IM1923 – Horrível. eu vivi os últimos anos do futebol verdadeiro e vou ser saudoso deles pelo resto da vida. Os estádios cheios; os jogadores-símbolo; as cores sociais respeitadas; a grana, que não era tudo; as camisas numeradas de 1 a 11; a bola branca e preta; o que sobrou disso tudo? Estão arruinando, cada dia mais, este jogo maravilhoso.
BEI – O que você conhece do futebol brasileiro?
IM1923 – Como simpatizante romanista (com avô e pai, romano e romanista) não posso não pensar nos muitos campeões brasileiros que vestiram a camisa giallorossa: Falcão, Cerezo, Aldair, só para citar alguns. No Brasil, como na Itália, o calcio é alguma coisa a mais do que um jogo – e os 9 títulos de Campeão Mundial vencidos entre nós e vocês confirmam isso, não?
BEI – Uma saudação para nossos leitores brasileiros:
IM1923 – Um salve a todos, de um torcedor de uma pequena equipe italiana, que, seguramente, vocês não conhecem, mas que tem a mesma paixão de vocês. Quero fazer minhas as palavras escritas por um amigo, no prefácio de meu livro sobre a história dos Samurai Ultras Imperia, a torcida mais quente do Imperia Calcio:

“Torcedor, não se torna, nasce-se. Já está escrito no DNA quando se vem ao mundo. Um mundo em que muitos valores se perderam e é difícil fazer com que os outros entendam o que significa viver sabendo que se tem uma cidade, uma história e tradições. Poucos se interessam por sua própria bandeira, hoje, e nós, Samurai Ultras Imperia, estamos orgulhosos de fazer parte deste seleto grupo. Fizemos as coisas mais impensáveis: milhares de quilômetros percorridos, às vezes reduzidos por um frio polar, outras, desidratados por um sol rigoroso, muitas vezes taxados de terroristas; mas querelas e desconfianças jamais compreenderam o sentimento mais forte com o homem pode experimentar: a paixão”.
Uma saudação a todos,
IM1923
Anúncios
  1. Professor
    outubro 23, 2009 às 7:26 pm

    Cara vcs cada vez mais estão se superando!

    Da onde vcs tiram tamanha criatividade?

    Parabéns!

  2. André de Freitas
    outubro 23, 2009 às 7:44 pm

    Parabens,ótima matéria e boa sorte pro Imperia Calcio 😀

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: