Archive

Arquivo por Autor

LA Galaxy é campeão da Conferência Oeste da MLS

 

  
Neste sábado o Los Angeles Galaxy derrotou o Houston Dynamo, 2×0 e sagrou-se campeão da Conferência Oeste. Com o resultado, a equipe de David Beckham garantiu vaga na decisão da MLS. O adversário será o Campeão da Conferencia Leste, Chicago Fire ou Real Salt Lake.

No tempo normal, bastante equilíbrio e um 0x0 no placar. Com jogadores experientes no plantel a equipe de Los Angeles conseguiu marcar dois gols na prorrogação. O primeiro, em jogada de Beckham, Berhalter marcou e o segundo foi de Donovan, cobrando penalidade.

 

O Los Angeles Galaxy vai em busca do seu terceiro título da MLS Cup (final da MLS). Em sua curta história de vida, 15 anos, além dos dois títulos da MLS também conseguiu conquistar 2 vezes a MLS Open Cup e ainda uma Liga dos Campeões da CONCACAF, em 2000.

 

 

 

 

Categorias:Uncategorized

Pré-Jogo: França x Irlanda

 

  
  
França e Irlanda se enfrentam em busca de uma vaga na Copa do Mundo do próximo ano. O primeiro jogo será em Dublin, dia 14. O jogo de volta, dia 18 no Stade de France.

França

A Seleção Francesa de Futebol, favorita em todas as competições que participa, não vive um bom momento. Após a vice-colocação na Copa do Mundo de 2006 a equipe “parou” de jogar o bom futebol característico. De todas as Copas, ficou fora de 6. Ganhou seu primeiro e único título mundial em 1998, quem não se lembra, contra o Brasil.
Também já ganhou 2 Copa das Confederações e 2 Eurocopas. Chegou à repescagem com uma pífia campanha, perdendo a 1ª colocação do grupo para a Sérvia. Muitos atribuem à aposentadoria de Zidane o principal motivo para a queda de rendimento da seleção francesa.
O capitão da equipe, Thierry Henry, não vive boa fase e as peças de reposição não são tão agradáveis. O jovem Karim Benzema é a principal esperança de gol. O adversário na repescagem não é nada fácil e uma possível não classificação para a Copa do Mundo já passa na cabeça dos “Le Bleus”.
 
Jogadores convocados para disputa da repescagem
Goleiros: Cédric Carrasso (Bordeaux), Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Olympique de Marselha);
Defensores: Eric Abidal (Barcelona-ESP), Aly Cissokho (Lyon), Patrice Evra (Manchester United-ING), Julien Escudé (Sevilla-ESP), Rod Fanni (Rennes), William Gallas (Arsenal-ING), Bacary Sagna (Arsenal-ING), Sebastien Squillaci (Sevilla-ESP);
Meio-campistas: Abou Diaby (Arsenal-ING), Alou Diarra (Bordeaux), Lassana Diarra (Real Madrid-ESP), Yoann Gourcuff (Bordeaux), Moussa Sissoko (Toulouse), Jeremy Toulalan (Lyon);
Atacantes: Nicolas Anelka (Chelsea-ING), Karim Benzema (Real Madrid-ESP), Andre-Pierre Gignac (Toulouse), Sidney Govou (Lyon), Thierry Henry (Barcelona-ESP), Florent Malouda (Chelsea-ING), Loic Rémy (Nice).

Principal Jogador
Karim Benzema
 
Idade: 21 anos
Clube: Real Madri – ESP
Títulos: 4 Campeonato Francês, 3 Supercopa da França e 1 Copa da França.
  
  
Irlanda
A Seleção Irlandesa de futebol, antes oprimida pela Irlanda do Norte, busca dar continuidade a melhor fase de sua história. Desde os anos 90, quando se classificaram pela 1ª vez para uma Copa, os irlandeses sempre obtiveram melhor desempenho do que seus vizinhos do norte. Foram 3 participações em Copas do Mundo (1990, 1994, 2002), sempre conseguindo chegar as oitavas.
O futebol apresentado atualmente não é dos melhores, porém suficiente para alegrar a torcida para quem o que mais importa é estar à frente dos rivais nortistas. O duelo contra a França é comemorado por muitos, já que a fase da seleção francesa não é das melhores. Uma possibilidade de vitória é grande.

 
O elenco irlandês conta com jogadores que atuam nos mais diversos países europeus, com destaque para a Inglaterra. Lá jogam a base titular da seleção.

Jogadores convocados para a disputa da repescagem
Goleiros: Shay Given (Manchester City-ING), Keiren Westwood (Coventry City-ING), Joe Murphy (Scunthorpe United-ING).
Defensores: John O’Shea (Manchester United-ING), Richard Dunne (Aston Villa-ING), Stephen Kelly (Fulham-ING), Kevin Kilbane (Hul-ING), Eddie Nolan (Preston North End-ING), Sean St. Ledger (Middlesbrough-ING), Paul McShane (Hull-ING), Darren O’Dea (Reading-ING).
Meio-campistas: Aiden McGeady (Celtic-ESC), Damien Duff (Fulham-ING), Darron Gibson (Manchester United-ING), Glenn Whelan (Stoke-ING), Keith Andrews (Blackbur-ING), Liam Miller (Hibernian-ESC), Stephen Hunt (Hull-ING), Andy Keogh (Wolverhampton-ING), Liam Lawrence (Stoke-ING).
Atacantes: Kevin Doyle (Wolverhampton-ING), Robbie Keane (Tottenham-ING), Shane Long (Reading-ING), Leon Best (Coventry City-ING), Anthony Stokes (Hibernian-ESC).

 
Principal Jogador
Robbie Keane

 

Idade: 29 anos
Clube: Tottenham – ING
Títulos: Copa da Liga Inglesa e Campeonato Europeu sub 19.

Categorias:Uncategorized

Amistos agitam semana no mundo da bola

mundo_bola

Devido às datas FIFA, a maioria dos campeonatos nacionais do melhor futebol do mundo estão paralisados. Mas nem por isso ficaremos sem o nosso sagrado futebol internacional. Com exceção das seleções que ainda disputam eliminatórias (África) ou repescagem (América, Europa, Ásia) a maioria dos demais países, classificados ou não à Copa do Mundo, terá compromissos amistosos nos próximos dias. E não só seleções. Diversos clubes também estarão em ação.

Confira os principais amistosos desta semana

Quinta, 12 de novembro

O todo poderoso Manchester City foi até os Emirados Árabes para a disputa de um jogo amistoso com os selecionáveis deste país. A ligação da equipe inglesa com o país asiático é grande, e aumenta a cada dia.

O dono do City é árabe, assim como o principal patrocinador, Etihad Airways. Aproveitando a viagem, a equipe de Manchester fechou mais um patrocínio local com uma empresa de telecomunicações. Só o placar do jogo não foi vantajoso. Sem grande parte de suas estrelas, o placar foi de Emirados Árabes 1×0 Manchester City.

SM

Próximos Jogos:

Sexta, 13 de novembro

Arles x O. Marseille

Maiz x Metz

Bordeaux x Nantes

Bulgária x Shaktar

Basel x Freiburg

PSV x Valenciennes

Furth x Hoffenheim

Paraguai x Quatar

Arábia Saudita x Bielorússia

 

Sábado, 14 de novembro

PSG x Braga

Vaduz x Internazzionale

África do Sul x Japão

Primeiro jogo de Parreira em sua volta a seleção anfitriã da próxima Copa. Uma vitória frente aos japoneses, que também estarão na Copa,  pode dar moral à equipe que não sabe o que é vitória há muito tempo.

Honduras x Letônia

Irlanda do Norte x Sérvia

Estônia x Albânia

Espanha x Argentina

Clássico de gigantes. A Espanha tenta a consolidação de entrar como favorita na Copa. Já a Argentina busca uma recuperação de sua moral, depois da quase eliminação nas eliminatórias. Para Maradona a vitória é fundamental para sua permanência no cargo de técnico.

Eslováquia x Estados Unidos

Luxemburgo x Islândia

Suíça x Noruega

Brasil x Inglaterra

Apesar de o jogo ser em campo neutro o Brasil entra como favorito já que 8 jogadores da seleção inglesa não estarão disponíveis para Fábio Capello. Do lado do Brasil, algumas lesões, convocações de última hora e a certeza de que Robinho não joga.

Bélgica x Hungria

País de Gales x Escócia

Croácia x Liechtenstein

Itália x Holanda

A atual campeã do mundo enfrentando a sempre promissora, porém pouco efetiva Holanda. Excelente oportunidade para testar novos nomes em ambas as seleções. Ainda há vagas em aberto.

Dinamarca x Coréia do Sul

Polônia x Romênia

Macedônia x Canadá

 

Domingo, 15 de novembro

Emirados Árabes x República Tcheca

Iraque x Azerbaijão

 

Terça, 17 de novembro

África do Sul x Jamaica

Oman x Brasil

Qual a finalidade de marcar um amistoso contra Omã? Sinceramente, não vejo vantagem. Para se preparar para uma Copa da Mundo é mais viável enfrentar seleções que estarão lá.

Bélgica x Quatar

Eslováquia x Chile

 

Quarta, 18 de novembro

Honduras x Peru

Alemanha x Costa do Marfim

Grande jogo, porém com chances de ser cancelado devido à morte do goleiro Enke. Até o exato momento o jogo está confirmado.

Coréia do Sul x Sérvia

Itália x Suécia

Dinamarca x EUA

Montenegro x Bielorússia

Holanda x Paraguai

Polônia x Canadá

Irã x Macedônia

Nigéria x Argentina (Se cuida Maradona!)

Áustria x Espanha

Angola x Gana

Malta x Bulgária

Categorias:Uncategorized

Pré-Jogo: Portugal x Bósnia


 

 

  Portugal e Bósnia duelam por uma vaga na Copa do Mundo 2010. O primeiro jogo, dia 14, no Estádio da Luz em Lisboa. A partida de volta está marcada para dia 18, em Zenica, na Bósnia.
 
Portugal

 

A Seleção Portuguesa de futebol sempre contou com bons elencos. Os títulos da categoria profissional, porém, não existem. Participou de apenas 4 Copas do mundo, tendo inclusive conquistado o terceiro lugar, em 1966. Destaque também para a campanha na última Copa, quando derrotada pela França ficou com o 4º lugar.
Poucas também foram as participações em Eurocopas: 6 vezes. Sempre que participa consegue passar da 1ª fase. A melhor colocação, um segundo lugar em 2004, foi bastante criticada já que a seleção adversária era a nada expressiva Grécia.
 
 
O atual elenco português mescla juventude e experiência e é considerado um dos melhores de toda a história. Porém em campo não é bem assim. Taxada de favorita em seu grupo nas Eliminatórias Européias, a seleção portuguesa só conseguiu uma vaga na repescagem e ainda assim, na última rodada. A principal estrela portuguesa atualmente, Cristiano Ronaldo, não jogará a repescagem devido a uma lesão. Deco, Nani e Liédson são os encarregados de levar Portugal à sua terceira Copa seguida.
Jogadores convocados para disputa da repescagem
Goleiros: Hilário (Chelsea-ING), Eduardo (Braga), Rui Patrício (Sporting);
Defensores: Ricardo Costa (Wolfsburg-ALE), Bruno Alves (Porto), Paulo Ferreira (Chelsea-ING), Miguel (Valencia-ESP), Pepe (Real Madrid-ESP), Ricardo Carvalho (Chelsea-ING), Rolando (Porto);
Meio-campistas: Deco (Chelsea-POR), Duda (Málaga-ESP), João Moutinho (Sporting), Fabio Coentrão (Benfica), Miguel Veloso (Sporting), Raul Meireles (Porto), Tiago (Juventus-ITA);
  
Atacantes: Cristiano Ronaldo (Real Madrid-ESP), Liedson (Sporting), Nani (Manchester United-ING), Hugo Almeida (Werder Bremen-ALE), Simao Sabrosa (Atlético de Madrid-ESP), Edinho (Málaga-ESP).
Principal Jogador

Anderson Luís de Souza “Deco”

 

Idade: 32 anos
Clube: Chelsea – ING
Títulos: 1 Campeonato Paulista, 3 Campeonato Português, 3 Taça de Portugal, 1 Copa da UEFA, 2 Campeonato Espanhol, 2 Supercopa da Espanha, 1 Copa da Inglaterra, 1 Copa da Liga Inglesa e 2 UEFA Champions League.
 
 
Bósnia
A seleção Bósnia (e Herzegovina) de futebol foi formada após a dissolução da Iugoslávia. Apesar das origens vitoriosas, os bósnios não possuem um bom futebol e nunca disputaram uma Copa do Mundo. Em 94 não disputou Eliminatórias. Em 1998 e 2002 ficou na quarta colocação em seu grupo. Para a Copa de 2006 um terceiro lugar. Pode-se perceber então uma evolução já que nestas últimas Eliminatórias a equipe bósnia terminou em segundo.

 
Seu futebol não é caracterizado por estrelas individuais, mas sim por uma coletividade e união adquirida ao longo do tempo. O trabalho feito até aqui já é vangloriado. E se a classificação não vier, fica a certeza de que nas próximas Eliminatórias experiência já não vai ser o problema.
A base da seleção Bósnia é forte, com seus jogadores atuantes nos principais campeonatos de clubes do mundo. Salihamidzic, Dzeko, Misimovic e Ibisevic são alguns dos que podem fazer a diferença.
Jogadores convocados para disputa da repescagem
Goleiros: Kenan Hasagic (Büyüksehir-TUR), Nemanja Supic (Timisoara-ROM), Asmir Begovic (Ipswich-ING);
Defensores: Emir Spahic (Montpellier-FRA), Adnan Mravac (Westerlo-BEL), Sanel Jahic (AEK-GRE), Damir Mirvic (Roeselare-BEL), Boris Pandza (Hajduk Split-CRO), Safet Nadarevic (Eskisehirspor-TUR), Dzemal Berberovic (Denizlispor-TUR), Ninoslav Milenkovic (Paralimni-GRE);
Meio-campistas: Dario Damjanovic (Kaiserslautern-ALE), Samir Muratovic (Sturm Graz-AUT), Semir Stilic (Lech Poznan-POL), Sejad Salihovic (Hoffenheim-ALE), Miralem Pjanic (Lyon-FRA), Zvjezdan Misimovic (Wolfsburg-ALE), Zlatan Bajramovic (Eintracht Frankfurt-ALE), Senijad Ibricic (Hajduk Split-CRO), Elvir Rahimic (CSKA Moscou-RUS), Haris Medunjanin (Valladolid-ESP), Admir Vladavic (Red Bull Salzburg-AUT);
Atacantes: Zlatan Muslimovic (PAOK-GRE), Vedad Ibisevic (Hoffenheim-ALE), Edin Dzeko (Wolfsburg-ALE), Ermin Zec (Sibenik-CRO).
 
Principal Jogador
Hasan Salihamidzic
Idade: 32 anos
Clube: Juventus – ITA
Títulos: 4 Campeonato Alemão, 1 Copa da Alemanha, 1 UEFA Champions League e 1 Mundial Interclubes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categorias:Uncategorized

Pré-Jogo: Ucrânia x Grécia

 
Ucrânia e Grécia se enfrentam em busca de uma vaga na Copa do Mundo de 2010. O primeiro jogo será em Atenas, dia 14 e o jogo de volta em Shakhtar, dia 18.

 

 
Ucrânia

 

A Seleção Ucraniana de Futebol só disputou sua primeira partida oficial após o fim da URSS, em 1994. Mesmo sendo grande parte dos jogadores da Seleção Soviete de origem ucraniana, após a criação da seleção local os resultados não foram os mesmos. Duas tentativas fracassadas de classificação à Copa em 1998 e em 2002.Nas Eliminatórias para a Copa da Alemanha, em 2006, a Ucrânia terminou em 1º lugar em seu grupo, que contava com Turquia, Dinamarca e Grécia como favoritas. A classificação inédita e direta para a Copa fez com que a Seleção Ucraniana chegasse à Alemanha como uma das candidatas à zebra. E foi o que aconteceu.


 Apesar da elástica derrota na estréia diante da Espanha, por 4×0, os ucranianos embalaram duas vitórias seguidas, contra Arábia Saudita e Tunísia, terminando na segunda colocação do Grupo H. O avanço as oitavas de final já era um feito histórico para o país. Ainda venceu a Suíça nas oitavas e foi eliminada nas quartas pela Itália.

Desde então, a confiança dos ucranianos triplicou. A ambição por uma segunda participação em Copas do Mundo é imensa e apesar de a classificação não ter vindo diretamente, a atual campanha é vista com bons olhos já que tinha como concorrente em seu grupo a poderosa Inglaterra. A experiência de Andriy Shevchenko é um dos diferenciais da Ucrânia nesta repescagem. Que venham os gregos. 

 

 Convocados para a disputa da repescagem: 

 

 Goleiros: Andriy Pyatov (Shakhtar Donetsk), Rustam Khudzhamov (Shakhtar Donetsk), Stanislav Bogush (Dynamo Kiev). 

 

Defensores: Dmytro Chygrynskiy (Barcelona-ESP), Vitaliy Mandzyuk (Dynamo Kiev), Evgen Khacheridi (Dynamo Kiev), Vasyl Kobin (Shakhtar Donetsk), Yaroslav Rakytsky (Shakhtar Donetsk), Oleksander Kucher (Shakhtar Donetsk), Vyacheslav Shevchuk (Shakhtar Donetsk), Andriy Rusol (Dnipro Dnipropetrovsk), Hryhoriy Yarmash (Vorskla Poltava). 

 

Meio-campistas: Anatoly Tymoschuk (Bayern de Munique-ALE), Olexiy Gay (Shakhtar Donetsk), Olexandr Aliev (Dynamo Kiev), Oleh Gusev (Dynamo Kiev), Andriy Yarmolenko (Dynamo Kiev), Taras Mykhalyk (Dynamo Kiev), Ruslan Rotan (Dnipro Dnipropetrovsk), Igor Khydobiak (Karpaty Lviv). 

 

Atacantes: Andriy Shevchenko (Dynamo Kiev), Artem Milevskiy (Dynamo Kiev), Volodymyr Homenyuk (Dnipro Dnipropetrovsk), Evgen Seleznev (Dnipro Dnipropetrovsk). 

 

 Principal Jogador

Andriy Shevchenko
  
 Idade: 33 anos
Clube: Dínamo Kiev – UCR
Títulos: 5 Campeonatos Ucranianos, 4 Copas da Ucrânia, 1 UEFA Champions League, 1 Copa da Itália, 1 Supercopa Européia, 1 Supercopa Italiana, 1 Campeonato Italiano, 1 Copa da Liga Inglesa e 1 Copa da Inglaterra.

 

 

   

 

Grécia A Seleção Grega não tem muita experiência em competições internacionais de futebol. Seu elenco ao longo dos tempos, apesar de competitivo, poucas vezes disputou competições a nível mundial. Na única vez em que participou de uma Copa do Mundo, em 1994, foi o saco de pancadas de seu grupo. Derrotas para Argentina, Bulgária e Nigéria. Nenhum ponto conquistado, nenhum gol marcado e incríveis dez sofridos. 

 

Nos últimos anos, a situação foi um pouco diferente. Com a conquista da Eurocopa 2004 sobre Portugal muito se acreditou que aquela seleção seria a revolucionária da história grega. E não deixou de ser, até porque aquele foi o único título da história do país. Mas o que pouca gente esperava aconteceu no ano seguinte, com a não classificação da equipe à Copa da Alemanha. O quarto lugar no grupo desmoronou a autoconfiança dos gregos e adiou por pelo menos mais quatro anos o sonho de voltar a participar de uma Copa do Mundo.


 Contando com a sorte, a Grécia caiu em grupo sem nenhum grande favorito, nas Eliminatórias Européias para a Copa de 2010. Quatro seleções de baixíssima expressão e a Suíça, incógnita até o início da competição. Depois de dez jogos, novamente um fracasso grego. Terminou um ponto atrás da Suíça e terá de passar por repescagem. 

 

 Convocados para a disputa da repescagem:

Goleiros: Kostas Chalkias (PAOK), Michalis Sifakis (Aris) e Alexandros Tzorvas (Panathinaikos)
  
Defensores: Sotiris Kyrgiakos (Liverpool-ING), Evangelos Moras (Bologna-ITA), Sokratis Papastathopoulos (Genoa-ITA), Loukas Vintra (Panathinaikos), Nikos Spiropoulos (Panathinaikos), Vasilis Torosidis (Olympiacos) e Avraam Papadopoulos (Olympiakos)
  
Meio-campistas: Grigoris Makos (AEK), Kostas Katsouranis (Panathinaikos), Giorgos Karagounis (Panathinaikos), Sotiris Ninis (Panathinaikos), Alexandros Tziolis (Panathinaikos) e Vassilis Pliatsikas (Schalke 04-ALE)
  
Atacantes: Angelos Charisteas (Nuremberg), Giorgos Samaras (Celtic-ESC), Theofanis Gekas (Bayer Leverkusen-ALE), Dimitris Salpingidis (Panathinaikos), Kostas Mitroglou (Olympiacos) e Vasilis Koutsianikoulis (PAOK).

 

 

 Principal Jogador

Konstantinos Katsouranis

 Idade: 30 anos
Clube: Panathinaikos – GRE
Títulos: Taça da Liga Portuguesa, Eurocopa 2004.

  . 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categorias:Uncategorized

Bate-Bola com Maurício Noriega

taceesp_13Maurício Noriega, jornalista esportivo brasileiro, formado na Universidade Casper Líbero, São Paulo. Teve importantes passagens em veículos de imprensa como Folha da Tarde, A Gazeta Esportiva, Diário Popular, SportsJá, O LANCE! E Rádio Bandeirantes. Por três vezes consecutivas foi ganhador do prêmio Ford/Aceesp como melhor comentarista esportivo do país. Atualmente trabalha nos canais SPORTV e PFC além do Bom dia São Paulo, da TV Globo. Também é escritor.

 

BLOG ESQ. INT.: Bom dia Maurício, você atribui à sua base na mídia impressa um fator essencial para ter se dado bem na TV? Até que ponto ter trabalhado em jornais e rádio contribuiu para seu futuro ingresso na mídia televisiva?

MAURÍCIO NORIEGA: Sem dúvida. O jornal é fundamental para formar um bom jornalista, é o berço de tudo. Claro que há bons jornalistas que nunca trabalharam em jornal, mas o Jornalismo começou no impresso, é o berço.

BLOG ESQ. INT.: O fato de seu pai, Luiz Noriega, ter sido narrador o influenciou na hora da escolha pelo jornalismo? Qual foi o maior aprendizado que teve com ele?

MAURÍCIO NORIEGA: Sempre aprendi muito com meu pai, aprendo até hoje. Talvez por ter ido com ele, desde muito cedo, a vários eventos esportivos, eu tenha aprendido a gostar de esporte, fui atleta, então isso teve um impacto decisivo. Como jornalista meu pai é um mestre para mim, tem o total domínio da profissão em todas as suas nuances.

 BLOG ESQ. INT.: Você é escritor, editor, apresentador, comentarista. Nunca pensou em seguir os passos de seu pai, narrando eventos esportivos? Teria vontade?

MAURÍCIO NORIEGA: Até tive vontade, mas não tenho talento. Narradores são gênios, são artistas. É preciso ser muito, muito corajoso e muito bom para narrar um evento esportivo. Fora isso, não tenho a voz maravilhosa que meu pai tem. Mas um dia gostaria de gravar uma fita de uma narração minha para ver como fica. Tenho medo do resultado. rsrsr

 BLOG ESQ. INT.: A vida de repórter e comentarista é um corre-corre e tanto. Sobra tempo para família e lazer? E quando bate aquela saudade de casa?

MAURÍCIO NORIEGA: Sobra bem menos do que eu gostaria que sobrasse. É muito difícil para quem, como eu, tem filhos pequenos. A saudade de casa é diária, permanente. É preciso aproveitar cada segundo e muitas vezes eu penso se realmente vale a pena. Por enquanto está valendo.

 BLOG ESQ. INT.: Em sua opinião, o futebol brasileiro hoje é mal aproveitado, financeiramente falando? Uma imitação aos moldes do futebol europeu seria a melhor saída?

MAURÍCIO NORIEGA: É muitíssimo mal administrado em todos os níveis, com raríssimas exceções. O Brasil tem que encontrar o seu modelo, não adianta copiar a Europa. Somos um País com características muito diferentes das dos países europeus. Inclusive acho uma grande besteira adequar nosso calendário ao europeu. São hemisférios diferentes, climas diferentes. O futebol faz parte do dia-a-dia do País, não pode funcionar no relógio europeu. Temos que fazer um futebol para o Brasil, não imitar os europeus.

BLOG ESQ. INT.: Qual seu time de coração Maurício? O que você acha de jornalistas clubistas?

MAURÍCIO NORIEGA: Quando se está trabalhando só se tem um time do coração: o da emissora. Quem é profissional de verdade age assim. Torcer por um time não tem problema, só não se pode torcer quando se está trabalhando. Não posso afirmar que alguém faça isso, mas cada um tem seu estilo. Hoje há muito mais entretenimento que Jornalismo.

BLOG ESQ. INT.: Maurício, o Blog do Esquadrão Interativo agradece sua atenção!

MAURÍCIO NORIEGA: Muito obrigado pela oportunidade, Rodrigo. Abraços a todos.

Pré-Jogo: Rússia x Eslovênia

capa
  
Rússia e Eslovênia duelam por uma vaga na Copa do Mundo de 2010. O primeiro jogo será realizado no estádio Luzhniki, em Moscow dia 14. O confronto final está marcado para dia 18, em Maribor na Eslovênia.
 
Rússia
A curta história de vida da seleção russa de futebol não conta com excelentes resultados. Desde a dissolução da URSS quatro copas já foram disputadas e os russos estiveram em apenas duas. Nunca conseguiram passar da 1ª fase. Na última vez, em 2002, venceu a Tunísia, mas perdeu de Bélgica e Japão, terminando em 3º no grupo H.
 
Atualmente a situação é bem diferente e animadora. Depois da belíssima campanha na Eurocopa 2008 (4º lugar) a Seleção Russa de Futebol emplacou bons resultados, conseguindo terminar a fase de classificação das Eliminatórias em 2º lugar, atrás apenas da Alemanha.

Além disso, o elenco é jovem e bastante promissor. Nomes como Arshavin, Zhirkov e Pavlyuchenko já atuam nos melhores campeonatos nacionais do mundo. Alan Dzagoev, promessa do CSKA Moscow não deve demorar a seguir o mesmo caminho. Soma-se a tudo isso a experiência do técnico Guus Hiddink. A Rússia é considerada por muitos a maior candidata a “zebra” da próxima Copa do Mundo.


Convocados para os dois jogos de repescagem:

Goleiros: Igor Akinfeev (CSKA Moscou), Vyacheslav Malafeev (Zenit), Vladimir Gabulov (Dynamo Moscou);

Defensores: Sergei Ignashevich (CSKA Moscou), Alexei Berezutsky (CSKA Moscou), Vasily Berezutsky (CSKA Moscou), Yuri Zhirkov (Chelsea-ING), Denis Kolodin (Dynamo Moscou), Renat Yanbayev (Lokomotiv Moscou), Alexander Anyukov (Zenit);

Meio-campistas: Igor Semshov (Zenit), Konstantin Zyryanov (Zenit), Vladimir Bystrov (Zenit), Igor Denisov (Zenit), Sergei Semak (Rubin Kazan), Alan Dzagoev (CSKA Moscou), Diniyar Bilyaletdinov (Everton-ING), Alexei Rebko (FC Moscou), Dmitry Torbinsky (Lokomotiv Moscou);

Atacantes: Andrei Arshavin (Arsenal-ING), Roman Pavlyuchenko (Tottenham-ING), Pavel Pogrebnyak (Stuttgart-ALE), Alexander Kerzhakov (Dynamo Moscou), Dmitry Sychev (Lokomotiv Moscou).
 

Principal Jogador

Andrey Arshavin

Idade: 28 anos
Clube: Arsenal – ING
Títulos: Campeonato Russo (2007), Copa da Liga Russa (2003), Supercopa da Rússia (2008), Supercopa Européia (2008) e Copa da UEFA (2007/2008).

Eslovênia

O bom futebol da Seleção Iugoslava não permaneceu após a completa dissolução do país. Cerca de 6 países foram formados e cada qual teve que começar do zero a busca por um espaço nos holofotes do futebol mundial.

A Croácia foi pioneira, conseguindo chegar às semifinais na Copa de 1998. Os demais países só agora dão os primeiros passos. A Sérvia conseguiu classificação para sua segunda copa seguida e a Eslovênia luta contra a Rússia para garantir sua segunda participação em copas.

Em 2002, estréia da Eslovênia em Copas do Mundo, o resultado não poderia ter sido pior. Derrotas para Paraguai, Espanha e África do Sul. Sem nenhum ponto conquistado voltaram mais cedo para casa com a certeza de que tinham muito a melhorar. Nas Eliminatórias para a Copa da Alemanha em 2006 ficou em quarto lugar em um grupo.

 


Contando com a sorte, caiu em um grupo tecnicamente fraquíssimo nas Eliminatórias para a Copa de 2010. A esperança de classificação direta era grande, já que a favorita do grupo, República Tcheca, atravessava maus momentos. Só não contavam com a Eslováquia, que já no início da competição disparou na liderança e no final só administrou a vantagem. Pelo menos a repescagem a Eslovênia conseguiu. Agora, a Rússia pela frente.

Convocados para os dois jogos da repescagem:

Goleiros: Samir Handanovic (Udinese-ITA), Jasmin Handanovic (Mantova-ITA), Aleksander Seliga (Sparta-HOL);

Defensores: Miso Brecko (Colônia-ALE), Bostjan Cesar (Grenoble-FRA), Branko Ilic (FC Moscou-RUS), Bojan Jokic (Sochaux-FRA), Matej Rozic Mavric (Koblenz-ALE), Marko Suler (Gent-BEL);

Meio-campistas: Valter Birsa (Auxerre-FRA), Andraz Kirm (Wisla Cracóvia-POL), Andrej Komac (Maccabi Tel Aviv-ISR), Robert Koren (West Bromwich-ING), Rene Krhin (Internazionale-ITA), Aleksander Radosavljevic (Tom Tomsk-RUS), Dalibor Stevanovic (Vitesse-HOL), Anton Zlogar (Omonia Nicosia-CHP);

Atacantes: Zlatko Dedic (Bochum-ALE), Zlatan Ljubijankic (Gent-BEL), Milivoje Novakovic (Colônia-ALE), Nejc Pecnik (Nacional-POR).
Principal Jogador:

untitledMilivoje Novakovic

Idade: 30 anos

Clube: Colônia – ALE

Títulos: Artilheiro do Campeonato Búlgaro, em 2006 e Artilheiro da Segunda Divisão Alemã, em 2008.

Categorias:Uncategorized